Archive for Porto Alegre

Portugal

Decidi nao sair do aeroporto, pois nao me programei pra isso antes. Teria que pegar um táxi para conseguir conhecer alguma coisa, gastando muito e vendo pouco, visto que tenho poucas horas, e iria sozinho, sendo que posso voltar outra hora já tendo entrado em contato prévio com algumas pessoas que conheço aqui e passar um pouco mais de tempo.

O dia está ensolarado, fiquei um tempo lendo num café do lado externo do aeroporto, mas tive que parar antes que eu caísse de sono em cima do livro. Muitas pessoas estranhas e de todos os lugares por aqui.

Abaixo, foto dos meus últimos momentos em Porto Alegre, acabei de receber do meu pai =)

Porto Alegre, antes do embarque

Anúncios

Comments (3) »

Você estará em Caxias do Sul no dia 24?

Amigos e amigas!

Como a maioria de vocês já deve saber, estarei de partida rumo a Grenoble no derradeiro dia do mês de julho, onde passarei os próximos dois anos da minha vida (se tudo correr bem).

Para celebrar este fato, convido-os todos para uma pequena comemoração de despedida, que terá lugar no Cassius’ Conventions & Visitors Center (vulgo “salão de festas do condomínio Moinho do Prado”), no dia 24 de julho (vulgo “próximo sábado”), a partir das 20h. Na ocasião serão servidos salgadinhos, docinhos e salchipão, motivo pelo qual solicito que confirmem sua presença até sexta-feira, dia 23. Após, a festividade seguirá com show da Psicodelia Metalroll Band no bar Absolut.

Todos aqueles que estiverem em Caxias do Sul estão não somente convidados, mas intimados a comparecer a este grandioso evento. Quem quiser comparecer somente no CC&VC ou somente no bar Absolut pode ficar à vontade, devendo apenas confirmar se irá participar dos comes e bebes.

Naturalmente, o convite se estende a namorados, namoradas, cônjuges e afins, bem como a todos os amigos que por ventura eu não tenha o contato de e-mail, ficando vossas pessoas livres para chamar outrens.

Lembro que teremos uma caixinha disponível para todos aqueles amigos de fé, irmãos camaradas, que desejarem contribuir com vil metal a ser usufruido em mochiladas pela Europa. Prometo tirar fotos e, vez ou outra, enviar algum postal.

Para maiores informações sobre a minha viagem e / ou sobre a festividade, acompanhem este blog, ou me contatem por e-mail ou telefone.

Aguardo as confirmações, e até sábado!

Leave a comment »

Despedidas

Dizem que despedidas costumam ser tristes, mas eu estou me divertindo com as minhas. Talvez ainda não tenha me caído a ficha de que daqui a pouco mais de duas semanas (se tudo correr bem, vide post abaixo) eu vou embora e ficarei muito tempo sem ver essas pessoas. Fato é que é muito bom encontrá-las agora.

Como as minhas aulas de francês iniciam na próxima semana e eu não vou mais ter as minhas noites livres, marquei tudo o que foi possível para esta semana, e fiquei com a agenda cheia.

Sábado (10) teve jogatina de war com a turma do inglês.

Domingo, churrasco com os meus padrinhos, divertidíssimo, e ganhei do meu padrinho uma garrafinha de grappa para quando estiver com saudades da minha colônia.

Segunda foi jantinha com a galera mais-ou-menos do cafezinho. Lamentável não termos tirado nenhuma foto.

Terça, truco + tequila com o pessoal do trabalho.

Quarta (hoje!), reencontrar a turma da faculdade no Finnegan.

Quinta é dia de teatro, vou assistir O Sobrado com a Lu.

Sexta, encher a cara (de novo) com as gurias do GBoêmio.

Sábado (17) tem arraiá do 3º CEU, além do fato de que o André vem a Porto Alegre, o que certamente levará a uma longa e filosófica conversa sobre a vida, o universo e tudo o mais.

Domingo ainda não está programado, apesar de ter jogo do Juventude, ainda não tenho certeza se será possível ou não eu ir.

E, para quem está em Caxias do Sul, não percam a grande festa de despedida, vai ser no sábado, dia 24/07, no CC&VC. Em breve o convite será enviado, mas se eu esquecer de alguém, me cobrem! =P

Comments (1) »

Momentos de tensão

Segunda-feira a CampusFrance confirmou meu pagamento da taxa, e me mandou agendar horário para entregar os documentos no consulado geral de São Paulo. Muito bem, entrei no site, comecei a ler… “após a data agendada, 15 dias para a entrega do visto”, hum… começou a ficar preocupante. Aí fui agendar, e… data mais próxima: 27 de julho. FUUUU! Ainda por cima eu estava sem o número de passaporte em mãos, e só consegui fazer o agendamento no dia seguinte, e acabou ficando para 29 de julho. Tentei mandar e-mail para o CampusFrance, me mandaram falar com o Consulado, tentei ligar para o Consulado, um recado automático dizia “informações sobre visto somente pela internet”, tentei contato pelo site e não me responderam (há dois dias). Hoje tentei enviar e-mail novamente para ver o que podem fazer por mim, mas estou achando que vou ter que remarcar a minha passagem e perder o curso do CUEF por causa do visto =/

Comments (1) »

Jornada

Quarta-feira foi dia de definitivamente comprar a passagem (e que jornada vai ser!). Saio de Porto Alegre no dia 31 de julho, às 8h42 (quem quiser se despedir de mim é bem vindo!), pousando em Guarulhos. Meu próximo voo sai de Viracopos (Campinas), isso me faz ter que pegar o ônibus até Congonhas (a TAM fornece esse transporte gratuitamente) e de lá pegar o ônibus para Campinas (fornecido pela TAP). Meu voo de Campinas parte às 22h35 para Lisboa (check-in deve ser feito 3h antes, hein!)(e, de novo, quem quiser aparecer pra se despedir…). Chego às 12h25 em Lisboa (horário de Lisboa), sei lá quanto tempo isso dá, mas é um bocado. Passeio umas horas pela capital lusitana e embarco para Lyon às 20h30, chegando lá a tempo de… talvez conseguir algum hostel para passar a noite.

A CampusFrance estava complicando com as datas do meu curso, pois a minha carta de aceite não citava datas, e também não tinha nenhuma confirmação do intensivo de francês do CUEF que vou fazer em agosto. Assim, solicitei cartas de confirmação pra todo mundo que eu podia, e recebi hoje de manhã, já repassei direto pra CampusFrance. Aproveitei e paguei a taxa da CampusFrance num banco Real longínquo, mas que pelo menos era perto da Aliança Francesa. Assim, já me inscrevi num intensivo de francês aqui mesmo, pra não chegar lá sem saber nada.

Estive pensando no que vou levar na mala. Acho que não vai ser muita coisa, não. Uns pares de havaianas, um litro de cachaça, dois pacotes de preparado para pão de queijo, uma bandeira do RS, um pano de prato e uma toalha.

Comments (7) »

Muito a resolver

E a cada dia parece que surge mais alguma coisa que é preciso resolver. Hoje entreguei oficialmente meu pedido de demissão, porém tenho que cumprir o aviso prévio, portanto trabalho ainda até o dia 23.

Ainda estou acertando detalhes da minha passagem, data de ida, data de volta, toda uma epopeia em SP, procurando um preço bom, mas a Nayara é um anjo e faz tudo por mim.

Para fazer o visto de estudante, é preciso passar por uma (cara) etapa pré-consular, que é o cadastro no CampusFrance. Enviei os meus documentos pra lá na sexta-feira e hoje foram recebidos \o/. Algumas pendências com relação às datas ainda, mas tudo vai se resolver. Agora é pagar e ver quando preciso fazer a coleta dos dados biométricos – em SP, RJ ou Brasília.

E hoje ainda recebi – finalmente – um e-mail sobre a residência universitária. Queria ficar na Houille Blanche, onde tem piscina, sala de jogos e o diabo a quatro, mas não tinha essa opção, talvez eu tenha que solicitar por outros meios. Mas isso é o menos importante agora, portanto me inscrevi para a Berlioz ou a OUEST, dicas que peguei na comunidade Grenoble verde-amarelo.

Leave a comment »

Como assim “França”?

Tudo começou lá por Février, quando eu estava, por acaso, conversando com uma amiga minha intercambista em Grenoble. Chorava eu as minhas pitangas, declarando que ela é quem é feliz, esquiando, montanhando, conhecendo lugares e pessoas, essas coisas, ao que ela respondeu “uai, vem pra cá também”.

Oras, reclamar da vida é muito mais fácil que agir para tornar realidade aquilo que você deseja, mas aquela ideia me deixou encucado e eu resolvi dar uma pesquisada. Acabei encontrando o site do programa Brasil-Grenoble, dei uma fuçada e resolvi me inscrever, pra ver no que ia dar. Sem muita esperança, afinal, o meu currículo não é lá dos melhores, também.

Um mês se passou… dois meses… nada de resposta, eu já estava pensando no que fazer da minha vida por aqui mesmo, quando chegou uma cartinha da Université Joseph Fourier. E a única coisa que eu consegui ler foi Admis. Única coisa que li, não por culpa da língua, ainda que desconhecida por mim, mas pelo choque, pelo nervosismo, pela surpresa daquela notícia.

Nos dias seguintes fiquei meio apático, eu diria. Processando a informação, fazendo a ficha cair. E então começou a correria. Meio desorientado, fui correndo atrás das informações. Visto, moradia, confirmação da inscrição no curso, passagem aérea, dinheiro…

Falando em dinheiro, como todo mundo me pergunta se eu vou com bolsa, eu respondo como funciona. Primeiro, não, eu não me inscrevi através de nenhum programa de bolsa, portanto, eu não tenho bolsa. Entretanto, o custo dos cursos superiores na França é subsidiado pelo governo francês (alô, Sarkozy!), então acaba saindo bem barato pro estudante, cerca de €250 por ANO. Claro que o estudante precisa se manter e nada por lá é barato, é preciso pagar residência, alimentação, transporte etc., despesas que giram em torno de €500 mensais. Assim, eu ainda estou em busca de um ganha-pão-francês, que provavelmente será alguma bolsa de pesquisa.

Esse é um resumo do início da história, a partir daqui, espero poder contar pra vocês o meu dia-a-dia, de trabalhador ignorante das maravilhas do mundo, nos recantos esquecidos da república dos pampas a mestrando maravilhado na província alpina da terra de Vercingetórix.

Leave a comment »